domingo, 9 de fevereiro de 2014

Um dia em...Veneza - San Polo e Santa Croce

Um dia em...Veneza - San Polo e Santa Croce

A segunda vez que visitei Veneza decidi perder-me por estes dois bairros e apreciar todas as atracções belíssimas que aqui se encontram. É aqui que está concentrado o maior número de atracções da cidade. Nesta zona encontram-se esplendorosas igrejas, monumentos e palácios inesquecíveis e locais cheios de história. O nome Santa Croce faz referência à cruz de Jesus Cristo, sendo o único sestiere onde há locais possíveis de circularem automóveis. Já o sestiere de San Polo é uma das partes mais antigas da cidade, e que recebeu o seu nome do santo evocado na Igreja de San Polo.

Nós no nosso passeio de gôndola

O nosso roteiro:

Inicie o seu percurso pela bonita Ponte de Rialto, que levará ao Mercado do Rialto, que se supõe que exista desde 1097. aqui encontram-se produtos frescos e cheios de cor. Esta zona é o coração histórico da cidade e supõe-se que este mercado exista desde 1097, fornecendo peixe, legumes e outros alimentos à população. A maioria dos edifícios localizados neste local são relativamente recentes, datado do séc. XVI, uma vez que os edifícios originais foram completamente destruídos num incêndio em 1514.

Ponte de Rialto

Nesta zona encontrará bonitos edifícios, nomeadamente a Igreja de San Giacomo di Rialto, que é a igreja mais antiga de Veneza, a sua fachada é diferente de todas as outras que se encontram espalhadas pela cidade, com um pórtico gótico e um magnífico relógio dignos de serem admirados.

Igreja de San Giacomo di Rialto

Siga depois em direcção ao Campo de San Polo, uma bela e encantadora praça utilizada essencialmente para fins culturais, com espectáculos de teatro, cinema ao ar livre e zona de dança no Carnaval. Este local é conhecido por ter sido palco de um assassinato, em 1548, quando um escritor florentino foi aqui apunhalado.

Campo San Polo

Passe ainda pela Scuola Grande di San Giovanni Evangelista, mais que não seja para ver o belo pátio exterior, que possui uma divisória esculpida por Pietro Lombardo, onde está uma águia, simbolizando São João.

Scuola Grande di San Giovanni Evangelista

Bem perto encontrará a magnífica Igreja de Santa Maria Gloriosa dei Frari, uma obra-prima da arquitetura eclesiástica gótica, que data do século XV, levou mais de 100 anos a ficar concluída. Estes é um dos locais de paragem obrigatória, para contemplar os inúmeros tesouros artísticos que aqui se encontram, nomeadamente a estátua de João Batista, de Donatello, o Tríptico da Virgem com os Santos, de Bellini ou ainda o magnífico Campanile, segundo maior de Veneza.

Igreja de Santa Maria Gloriosa dei Frari

Ande depois em direcção ao Campo de San Rocco, onde encontrará a Scuola Grande di San Rocco, local projectado por Bartolomeo Bon em 1517 e foi financiado por um grupo de venezianos ricos, mesmo ao lado da Igreja de San Rocco. Serve atualmente de galeria onde se encontram expostas as obras-primas de Tintoretto, sendo o local ideal para os admiradores de obras de arte.

Scuola Grande di San Rocco

Siga depois em direcção à Tre Ponti, ponte composta não por três mas por cinco pontes entrelaçadas que atravessam o canal Rio Nuovo. Desta diferente ponte tem-se vista para outras treze pontes.

Tre Ponti

Bem próximo encontrará o belo Giardino Papadopoli, um paraíso ao estilo francês que remonta a 1800, tendo sido o local onde em tempos se realizavam festas extravagantes da nobreza. O seu nome grego surgiu, pois pertenceu durante algum tempo a vários empresários de Corfú.

Jardim Papadopoli

Faça depois uma caminhada pelas ruelas destes bairros até chegar à Igreja di San Giacomo dell'Orio, uma igreja do séc. IX, que possui um teto de madeira do séc. XV e um conjunto de colunas de granito colorido e calcário preto vindo do Medio Oriente. Uma das particularidades deste local é que o chão está coberto de inúmeros fósseis.

Igreja di San Giacomo dell'Orio

Se tem interesse na história da cidade termine o seu dia no Palazzo Mocenigo, um palácio do séc. XVIII, onde se encontram as salas cheias de rico mobiliário e de tecidos e trajes históricos, entre os quais coletes bordados, leques, corpetes e espartilhos. Possui ainda uma galeria onde se encontram os retratos da família Mocenigo e onde se podem observar retratos de sete doges.

Palazzo Mocenigo



E assim termine o nosso roteiro do dia pelos bairros de San Polo e Santa Croce...
Espero que gostem....

Espero que tenham gostado dos roteiros que vos sugeri acerca de Veneza. 
E vocês já visitaram Veneza? O que acharam? Ou ainda querem visitar?
Este blog tem parceria com o Booking. Se pretender fazer a sua reserva para ficar alojado em Barcelona, contrate o serviço por aqui e estará ajudando o nosso blog, já que o nosso trabalho é voluntário.


Veja os nossos artigos sobre Veneza
A nossa opinião sobre o hotel Ca della Corte
A nossa opinião sobre o hotel La Fenice et des Artistes

Sem comentários:

Enviar um comentário