domingo, 9 de fevereiro de 2014

Um dia em...Veneza - San Marco

Um dia em... Veneza - San Marco

Tal como prometi vou fazer um pequeno roteiro para cada uma das áreas de Veneza, começando pela zona de San Marco. Este é o bairro mais pequeno mas também o mais conhecido de Veneza, estando rodeado pelo Grande Canal e girando em torno da magnífica Piazza de San Marco e do fantástico Palazzo Ducale.

Quem chega a Veneza de avião, ao aeroporto de Marco Polo pode apanhar um autocarro mesmo à porta do aeroporto. O autocarro pertence à rede ATVO e apanha-se a cada 30 minutos, com direcção à Piazzale Roma, que será o ponto de partida para qualquer lado. O bilhete fica em 5 euros por pessoa.
Contudo poderão apanhar uma ligação de barco junto ao aeroporto directamente à área de San Marco, a rede de barcos chama-se Alilaguna e o bilhete é cerca de 15€. Se preferirem apanhar o Alilaguna na Piazzale Roma o bilhete fica a 8€.

O Grande Canal

O nosso roteiro:

Inicie o seu passeio pela Piazza de San Marco, pois é o local onde encontrará uma maior aglomeração de turistas e onde perderá mais tempo. Esta é uma bonita e enorme praça, que segundo Napoleão é “a sala de visitas mais elegante da Europa”, é também o local mais conhecido e frequentado de Veneza. É sede de inúmeras atracções da cidade, nomeadamente a Basílica de San Marcos, o Palácio dos Doges, a Torre dell’Orologio, o Campanile, e o famoso Caffè Florian. Uma dica é visitar esta praça durante a noite, ela torna-se absolutamente mágica.

Atracção da Praça de São Marco

O meu conselho é que comece por visitar a Basílica de San Marco, uma fantástica basílica bizantina onde se encontra o túmulo de S. Marcos e que é o cartão postal da cidade. Foi construída para demonstrar o poder da República Veneziana e proclamada Catedral de Veneza em 1807. Este é o monumento mais visitado da cidade.

Basílica de São Marco

Siga depois em direcção ao Palácio dos Doges, um bonito palácio que resulta da combinação da arquitectura bizantina, gótica e renascentista, tendo servido servido em tempos como residência oficial de 120 doges, que governaram Veneza. Atualmente é sede do Museu do Palazzo Ducale, sendo o local ideal para os amantes de arte e história, que conta com pinturas e esculturas de Ticiano, Tintoretto e Bellini.

Palácio dos Doges

Depois de visitar o palácio não deixe de ir até ao Campanário de São Marcos, que é uma torre com 98,5 m, com formas simples e que aloja cinco sinos. Possui no seu topo um cubo, em cujas faces estão representados leões (símbolo de São Marcos) e a representação feminina de Veneza (a Justiça). Foi outrora um farol, torre de vigia e salão de tortura, é local ideal para apreciar as vistas incríveis da cidade.

Campanário

Aproveite para apreciar os Giardinetti Reali, os jardins públicos da praça, criados na época napoleónica e beber um café no Caffè Florian, o primeiro café da Europa. Siga depois até à Torre dell'Orologio, que é uma bonita torre, de estilo renascentista, construída entre 1496 e 1499. O arco da torre dá acesso à principal rua da cidade. A parte central do relógio é feita em ouro e esmalte azul, e não dá apenas acesso às horas, mas também o dia, as fases da lua e do Zodíaco, possui ainda duas figuras em bronze na plataforma superior. Conta a lenda que os artífices desta obra ficaram cegos para que não a pudessem repetir.

Torre dell'Orologio

Seguindo o nosso percurso, caminhe em direcção ao Campo San Moise, para apreciar a bonita Igreja de San Moise, uma igreja do séc. XVII, que foi chamada por muitos como a “loucura arquitectónica”, devido à sua fachada repleta de decorações barrocas de pedra. A quantidade de decorações era tal, que em 1878 foi necessário retirar algumas estátuas para que não houvesse o risco de desmoronamento. É totalmente desprovida de símbolos religiosos e como tal, foi vendida à família aristocrata Fini.

Igreja di San Moise

Se for um amante de ópera não deixe de passar pelo Teatro La Fenice, que data de 1792 e que foi palco de inúmeras estreias, incluindo cinco óperas de Verdi, a mais famosa das quais a La Traviata e mais recentemente algumas obras de Stravinsky.

Teatro La Fenice

Bem perto encontrará a Igreja di Santa Maria del Giglio, um monumento com uma fachada absolutamente inesquecível, característica do estilo barroco veneziano. Foi mandada construir pela família Barbaro e a sua fachada exalta os triunfos marítimos e políticos de várias gerações com brasões, galés e estátuas.

Igreja di Santa Maria del Giglio

Passe depois pela Ponte dell'Academia, uma bonita e enorme ponte de madeira, construída em 1932 pelo engenheiro Miozzi. É caracterizada pelos inúmeros cadeados que a compõem. É o local onde os namorados deixam o seu cadeado e atiram a chave para o Grande Canal, apesar de ser proibido faze-lo.

Ponte dell'Academia

Siga depois em direcção ao Campo San Stefano, uma praça rodeada por cafés e restaurantes e onde se encontra uma estátua de Niccolò Tommaseo, o autor do Risorgimento.

Campo San Stefano

Seguidamente, vá se perdendo pelas belas ruas de Veneza, enquanto aprecia tudo o que estas têm para oferecer e não deixe de fazer um passeio de gôndola, num dos muitos locais espalhados pelo bairro de São Marcos.

Gôndolas

Vá até à Ponte de Rialto, uma ponte magistral em arco, construída no séc. XVI, pelo arquiteto António da Ponte. É a ponte mais famosa sobre o Grande Canal e até determinada altura a única ligação permanente entre os dois lados do Grande Canal e liga também o bairro de San Marco ao bairro de San Polo. Encante-se com as belas barraquinhas que por aqui estão e com as lojas que existem na ponte.

Ponte di Rialto

Para terminar o seu passeio não deixe de ir até à Mercerie, a artéria que liga a Piazza de San Marco ao Rialto, e onde se encontram todas as lojas de marcas. Por debaixo da arcada da Torre dell’Orologio encontra-se uma figura feminina, como homenagem a uma dona de casa que ali viveu e que matou inadvertidamente um líder revolucionário, pondo fim à breve revolta em 1310.



E vocês conhecem o bairro de São Marco? O que acharam das atracções que aqui pudemos ver?

Espero que tenham gostado :)

Espero que tenham gostado dos roteiros que vos sugeri acerca de Veneza. 
E vocês já visitaram Veneza? O que acharam? Ou ainda querem visitar?
Este blog tem parceria com o Booking. Se pretender fazer a sua reserva para ficar alojado em Barcelona, contrate o serviço por aqui e estará ajudando o nosso blog, já que o nosso trabalho é voluntário.

Veja os nossos artigos sobre Veneza
A nossa opinião sobre o hotel Ca della Corte
A nossa opinião sobre o hotel La Fenice et des Artistes



Sem comentários:

Enviar um comentário