segunda-feira, 10 de março de 2014

Génova

Génova

Hoje publicarei um artigo sobre a bonita cidade de Génova. Esta é uma cidade que encanta pelas suas cores, pela sua agitação, pelas suas paisagens.

Quando chegámos a Génova optámos por apanhar um daqueles autocarros sem tecto para dar a volta à cidade, contudo achamos a cidade tão bonita para ver tão rápido e depois do percurso ter terminado decidimos ir a pé percorrer a cidade.

Para quem estiver interessado apanhámos o autocarro na Piazza Caricamento, demorou cerca de 60 minutos a percorrer a cidade e o preço custa cerca de 12€ por pessoa.
Durante o City Tour passámos pela Commenda di Pré, a Basilica Ss. Annunciata, passamos junto à Via Garibaldi, pela Piazza Fontane Marose, Piazza Corvetto, pelo Arco della Victoria, Scalinata delle Caravelle, Palazzo Ducale, Piazza Ferrari e Casa di Colombo.
Commenda di Pré

Scalinata delle Caravelle

Arco della Vittoria

Decidimos então voltar a fazer o percurso e passar pelos sítios que mais tínhamos gostado. Começamos em Liguria para visitar a Casa de Colombo. Não há certeza que o famoso navegar, Cristovão Colombo, tenha nascido em Génova. No entanto, alguns registos referem-se ao seu pai, um tecelão, e a várias residências da família nesta cidade. Esta é um pequena casa, coberta de hera, junto à Porta Soprana (em tempos a principal zona de acesso à cidade) , que terá sido a casa onde Colombo passou a infância e onde terá descoberto a sua paixão pelo mar.

Porta Soprana


Liguria
Casa de Colombo
Daqui partimos em direcção à Piazza de Ferrari, situada no coração da cidade, localiza-se entre a parte histórica e a parte moderna da mesma. Esta praça é reconhecida pela sua bonita fonte, mas nela encontram-se inúmeros edifícios históricos. Nomeadamente, o bonito Palácio da Bolsa de Valores, construído em 1912, sendo um exemplo muito significativo do património artístico e arquitectónico da cidade. E o Palácio Ducal, local onde residiam os doges de Génova. Possui dois pátios e arcadas do séc. XVI, abrigando actualmente um centro de cultura e arte, onde se efectuam mostras de arte, debates e convénios.

Palácio da Bolsa
Palácio Ducal
Seguimos depois para a Piazza San Lourenzo, onde está situada a bonita Catedral de San Lourenzo, que só dá para observar por fora. O Duomo, igreja consagrada a San Lourenzo, foi fundada no séc. IX e escolhida como catedral devido à sua localização protegida, no interior das muralhas da cidade.

Catedral de São Lourenço

Caminhámos um pouco até chegarmos à Via Garibaldi e a começarmos a percorrer. Esta é a rua do centro de Génova, conhecida pelos seus palácios ancestrais. Datada de 1550, foi originalmente denominada de Estrada Maggiore e posteriormente Nova Estrada e só em 1882 foi dedicada a Giuseppe Garibaldi. Possui 250 m de comprimento e 7,5 m de largura. Desde 2006, a Via Garibaldi está inscrita na lista da UNESCO.
Nesta via passamos pelo Palazzo Bianco (contém uma importante colecção de pinturas europeias), Palazzo Rosso (contém uma colecção luxuosa da família Brignole-Sale) e pelo Palazzo Tursi.

Via Garibaldi

Seguimos viagem, em direcção à Piazza della Nunziata, onde vimos a Basílica Ss. Annunziata, sendo uma das igrejas mais representativas da arte de génova e do inicio da era barroca do séc. XVII.

Basilica Ss. Annunziata

Para terminar passámos pelo Palazzo Real, que data do séc. XVII, tendo um interior soberbo com mais de 200 anos. Serviu de lar das famílias Balbi, Durazzo e Savoia, mantendo intacto toda a mobília e obras de arte. E fomos também ao Palazzo  do Princípe, rica e sumptuosa casa de Génova, onde morou o princípe de Génova. Este palácio apresenta uns jardins maravilhosos.
Jardim do Palácio do Príncipe

Espero ter-vos deixado empolgados por conhecer esta cidade, porque realmente vale a pena. Existem outros sítios que vale a pena visitar, nós não tivemos tempo. Mas recomendo, são eles o Sant'Agostino Museum, a Igreja de San Matteo (esta apenas vimos por fora e a correr), a Torre da Lanterna, o Museu do Mar e da Navegação e o Aquário de Génova.

Espero que gostem....
Beijinhos


Sem comentários:

Enviar um comentário