sexta-feira, 7 de março de 2014

Montalegre

Montalegre

Hoje vou falar-vos de uma pequena vila portuguesa, situada no distrito de Vila Real, Montalegre. Visitei esta vila em 2010 e gostei imenso do que encontrei. A única senão desta vila, pelo menos naquela altura em fui (Janeiro), é que estava tudo fechado :) . Chegámos numa sexta à tarde, fomos pousar as coisas no hotel e decidimos dar uma volta pela vila, que mais parecia uma vila fantasma, sem carros, tudo fechados e quase ninguém pela rua. Por sorte, encontramos um senhor e fomos pedindo informação.


Montalegre é sede de Concelho e parte deste pertence ao Parque Nacional da Peneda do Geres, o que nos permite desfrutar  de paisagens verdejantes e lindíssimas.


Parque Nacional da Peneda-Gerês
Esta vila está situada numa zona natural de serras, carvalhais, rios e ribeiros. O facto de ser uma zona algo isolada permite que ainda se encontrem costumes que vêm sobrevivendo ao longo dos séculos e que se extinguiram já noutras regiões. 
Deduz-se que Montalegre terá sido habitada por Lusitanos, Celtas, Visigodos, Suevos e Romanos, que deixaram um importante património arqueológico na zona. 

Vista da Vila
Paisagens à volta
 Podemos encontrar nesta vila, um castelo do séc. XIV, com a imponente Torre de Menagem (27 m altura), em estilo gótico, assim como a Capela da Misericórdia e pela Igreja de Santa Maria.
E uma vez que estava tudo fechado quando chegámos optámos por ir ver estes monumentos e as paisagens, já que não podíamos fazer mais nada. E valeu a pena, porque realmente parece que somos transportados para outra era. 

Castelo de Montalegre
Igreja de Santa Maria
No dia seguinte decidimos ir visitar o museu que está sediado perto do Castelo. É visita obrigatória, pois dá-nos uma ideia dos costumes e tradicionais do concelho e ainda nos permite observar uma exposição de fotografia absolutamente fantástica.



Elementos do Museu

A região tem um forte cariz tradicional e tenta a todo custo preservar o seu artesanato típico tanto nas peças, nos bordados como na gastronomia (sobretudo na produção de enchidos e presuntos). 
Aconselho a quem puder a visitar a Feira do Fumeiro, feita anualmente em Janeiro, onde se pretende valorizar e promover os produtos regionais, de qualidade que a região tem para oferecer.

Espero ter-vos aguçado o apetite para visitar esta bonita vila, que nos transporta para outra época. Muitas vezes optamos por viajar para fora e esquecemos que cá dentro existem coisas maravilhosas para conhecer. 
Apesar de gostar muito de viajar e conhecer novas cidades, novos países, novas culturas do mundo, a verdade é que sempre que posso tentar conhecer os recantos do nosso bonito Portugal.

Espero que tenham ficados empolgados....

Beijinhos 





Sem comentários:

Enviar um comentário