sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Hotel La Fenice et Des Artistes


Hotel La Fenice et Des Artistes

Pensei muito antes de decidir se fazia este artigo ou não, mas depois achei que o deveria fazer, pois o blog não serve apenas mostrar o que de bom se vê e faz pelo mundo mas também a má experiência, para que sirva para que outros não caiam no mesmo erro.

Em Junho de 2012 casei e a nossa lua de mel foi um cruzeiro por Itália, Grécia e Croácia. Como partíamos de Veneza e não tínhamos oportunidade de visitar a cidade antes do cruzeiro, decidimos que quando o mesmo terminasse ficaríamos em Veneza por uma noite. 

Optei por deixar tudo ao encargo da agência (primeiro erro) e não me preocupar com nada, afinal era o meu casamento, a minha lua de mel e a agência devia saber o que fazia, até porque era uma agência bem conhecida.

Aconselharam-me o Hotel La Fenice et Des Artistes, que era um hotel bem falado entre os seus clientes e que nós íamos gostar. Como me deram o preço total da lua de mel, e estava dentro do orçamento, aceitei sem me preocupar muito com o preço da noite (segundo erro). Quando fui pagar e vi a factura detalhada vi que tinha pago 482€ por uma noite, ia morrendo de ataque mas tentei não pensar nisso e achei que ficaria então num estupendo hotel.


Quando cheguei a casa, fui ver o site do hotel e certo é que gostei do que vi, ficando então completamente descansada e achar que a lua de mel seria perfeita.
Para além das fotos apelativas que via no site, dizia que tinha uma localização ideal para visitar todas as atracções mais famosas de Veneza. Indicava também que tinha um pátio arborizado (não sei onde, não vi nenhum) e que o mobiliário era clássico (para mim era mais do ferro velho). 

Até chegar a Veneza, realmente a lua de mel foi fantástica. Quando chegámos, fomos à procura do hotel e começo a ver becos e casas degradadas comecei a ficar desconfiada.



Até que nos surge o hotel, exteriormente não era nada do que tinha idealizado mas também não parecia assim tão mau. Fizemos o check-in e dirigimo-nos para o quarto. Quando começo a ver as áreas comuns, aí sim comecei a ficar preocupada, tudo muito velho e sujo e os sofás cheios de nódoas.



Quando chegámos ao quarto só me apetecia já só me apetecia chorar e fugir dali. O André ainda me perguntou se queria ir à procura de outro hotel, mas com o calor que estava, o pouco tempo que tínhamos para visitar a cidade e sem conhecer nada decidimos ficar. A casa de banho estava cheia de cabelos, a cama nem nos podíamos mexer pois rangia para todos os lados.... Enfim, um autêntico pesadelo. E tenho a certeza que em Portugal este local estaria fechado pela ASAE e tão pouco seria chamado de hotel. Já tenho ficado em pensões em Portugal por pouco mais de 40€ que põem o este hotel a um canto.





Certo é que a ideia com que fiquei de Veneza não foi das melhores, mas depois disso voltei a visitar esta cidade e aí já fui eu que escolhi o hotel. Devo dizer que depois da experiência que tinha tido, ia sem grandes expectativas. Talvez por isso gostei bastante da minha escolha. Para ver o artigo do local onde fiquei veja aqui .

Se aprendi algo com esta experiência foi a nunca deixar que ninguém decida por mim. E desde essa altura planeio todas as minhas viagens, e se por algum motivo tenho que recorrer a uma agência, faço questão de ser eu a dizer qual o hotel que quero, qual o voo e companhia que pretendo, etc...

Espero que vos tenha sido útil.

E vocês já visitaram Veneza? O que acharam? Ou ainda querem visitar?
Este blog tem parceria com o Booking. Se pretender fazer a sua reserva para ficar alojado em Barcelona, contrate o serviço por aqui e estará ajudando o nosso blog, já que o nosso trabalho é voluntário.


Veja os nossos artigos sobre Veneza
A nossa opinião sobre o hotel Ca della Corte






1 comentário:

  1. Patrícia já passei por isso algumas vezes e nos resta divulgar e informar aos outros para que não se hóspede nesses pardieiros! Boa matéria. Parabéns.

    ResponderEliminar