quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

As 7 Maravilhas do Mundo Antigo


As 7 Maravilhas do Mundo Antigo

O artigo hoje é dedicado as 7 maravilhas do Mundo Antigo, uma famosa lista de grandiosas obras de arte erguidas durante a Antiguidade Clássica, na zona do Mediterrâneo. Isto porque a lista foi efectuada por gregos e romanos, acredita-se durante os anos de 150 a 120 a.C., que só conheciam esta zona do planeta.


Pirâmide de Gizé, Egipto
As pirâmides de Gizé, são compostas por três pirâmides Majestosas, tendo a maior cerca de 160 m de altura, sendo conhecida como a grande pirâmide.
Estas foram encomendadas pelo faraó Quéops, por volta de 2550 a.C.. A Grande pirâmide foi construída para servir de abrigo para o seu sarcófago e todas as outras preciosidades que deveria levar consigo.  As outras duas serviriam de sarcófago para Quéfren e Menkuare, seu filho e neto.
Esta é a maior prova de veneração que os egípcios tinham pelo faraó. E são as únicas das antigas maravilhas que sobreviveram ao tempo.

Pirâmides de Gizé (Fonte: www.pportodosmuseus.pt)


Jardins Suspensos, Babilónia
Os Jardins Suspensos foram construídos na Babilónia, no séc. VI a.C., a mando do rei Nabucodonosor. Estes bonitos jardins eram compostos por seis terraços construídos como andares, dando a ideia de estarem suspensos. Cada um destes terraços continha jardins botânicos com inúmeras árvores frutíferas, esculturas de deuses e cascatas.
Apesar de ser considerada uma maravilha do mundo antigo, certo é que não há qualquer registo da sua existência em pesquisas arqueológicas, a não ser um poço fora do comum que parece ter sido utilizado para bombear água.

Desenho dos Jardins Suspensos da Babilónia (Fonte: www.academia.edu)


Estátua de Zeus em Olímpia, Grécia
A Estátua de Zeus foi construída no séc. V a.C., pelo ateniense Fídias, como forma de homenagem ao rei dos deuses gregos, Zeus. Acredita-se que a construção da mesma tenha levado cerca de oito anos a ficar completa, e possuía um altura entre os 12 a 15 metros de altura e era toda de marfim e ébano, enquanto os seus olhos era feitos de pedras preciosas. 
Após 800 anos a estátua foi levada para Constantinopla, onde se acredita que foi destruída por volta de 462 d.C., por um terramoto.

Desenho da Estátua de Zeus (Fonte: www.sohistoria.com.br)


Templo de Ártemis em Éfeso, Turquia
O Templo de Ártemis foi o maior templo do mundo antigo e o mais significativo feito da civilização grega. Foi mandado construir, no séc. VI a.C., como homenagem à deusa grega da caça e dos animais, Ártemis (ou à deusa romana Diana). Cerca de 200 anos mais tarde foi destruído por um grande incêndio, e mais tarde re-construído por Alexandre III da Macedónia.
Actualmente, apenas encontramos uma coluna solitária, das 127 colunas iniciais, e que se mantém intacta após sucessivos terramotos.

Coluna do Templo de Ártemis (Fonte: blog.mundi.com.br)


Mausoléu de Halicarnasso, Turquia
O Mausoléu de Halicarnasso foi mandado construir em 353 a.C., por Cária Artemísia II, sobre os restos mortais do seu irmão e marido, Mausolo. Este bonito mausoléu foi construído por dois arquitectos gregos, Sátiro e Pítis, e por escultores gregos, Briáxis, Escopas, Leocarés e Timóteo. Este foi erguido no topo de uma colina, tendo uma vista privilegiada sobre a cidade. 
Actualmente, podemos encontrar os fragmentos do monumento no Museu Britânico, em Londres e em Bodrum, na Turquia.


Ruínas do Mausoléu de Halicarnasso (Fonte: www.Ine.es)


Colosso de Rodes, Grécia
O Colosso de Rodes era uma estátua do deus Apolo, com cerca de 30 metros de altura e setenta toneladas de bronze, foi construída pelo escultor Carés de Lindos em 280 a.C..
Estava colocado na entrada marítima da Ilha de Rodes e qualquer barco que chegasse à ilha teria que passar por entre as suas pernas, uma vez que tinha um pé em cada margem do canal, para chegar ao porto. Possuía ainda na sua mão direita um farol que permitia guiar as embarcações durante a noite.
Mas passados 55 anos da sua construção, um terramoto levou a que se afundasse no fundo da baía, onde ficou durante anos, até que os árabes a venderam como sucata.

Desenho Colosso de Rodes (Fonte: www.junior.te.pt)


Farol de Alexandria, Egipto
O Farol de Alexandria foi construído no ano 280 a.C., a mando de Ptolomeu I, para servir como ponto de entrada no porto e mais tarde então como farol. No seu interior ardia uma chama, que através de espelhos, iluminava até uma distância de 50 quilómetros. 
Não tendo em contas as pirâmides de Gizé, o Farol de Alexandria, foi a maravilha que mais tempo se manteve de pé, tendo sido destruída em 1375 por um terramoto. Apenas em 1994 foram encontradas as suas ruínas.

Desenho do Farol de Alexandria (Fonte: www.historiatemplodeapolo.net)


Adorei fazer este artigo, pois sou uma apaixonada pelo mundo antigo e só tenho realmente pena de já não ser possível visitar estes bonitos monumentos. Ainda não tive a oportunidade de ir ao Egipto e ver as pirâmides de Gizé, mas o meu marido já foi e diz que realmente é um local que vale a pena visitar.
O que acharam?
;)


Sem comentários:

Enviar um comentário