domingo, 17 de julho de 2016

Descobrir a Casa Ramos Pinto

Descobrir a Casa Ramos Pinto


Hoje inicia-se uma série de artigos dedicados a algumas Quintas do Douro que tive o privilégio de visitar num fim de semana passado naquela zona, proporcionado pela empresa Ramos Pinto.
Eu e o meu marido fomos convidados, juntamente com um grupo de pessoas, a conhecer as diferentes propriedades da Casa Ramos Pinto e participar numa prova de vinhos do Porto. Claro que aceitámos de bom agrado.



A mesa da nossa prova

Para começar vou falar um pouco da Casa Ramos Pinto e posteriormente farei vários artigos falando das Quintas que visitámos.
A Casa Ramos Pinto, localizada na Zona Histórica de Vila Nova de Gaia, é um majestoso edifício, que reúne alguns dos antigos armazéns, a administração e escritórios, recepção de visitas e a loja.

Zona da loja e local de provas


Neste belo belíssimo palácio é possível encontrar a história da Casa Ramos Pinto, descrita nos pormenores da arquitectura, nos detalhes da decoração, nos diferentes objectos espalhados pelo local e que nos levam numa verdadeira viagem no tempo.



Escritório de Adriano Ramos Pinto
Casa de banho de escritório


A Casa Ramos Pinto foi fundada em 1880, por Adriano Ramos Pinto, que tinha como principal objectivo conseguir exportar os seus vinhos para o Brasil. E dada a criatividade e inovação deste pintor, depressa se conseguiu produzir vinhos de excelente qualidade, engarrafado em verdadeiras obras de arte, que foram conquistando o mercado e cimentado a marca, que depressa se tornou em uma das mais criativas de Portugal.
Ao aliar a sua profissão de pintor com a produção de vinhos, conseguiu criar campanhas publicitárias verdadeiramente inesquecíveis e únicas, através de magníficos quadros de Art Déco, que podemos apreciar no Museu Ramos Pinto, que está inserido no Centro de Visitas da Casa Ramos Pinto.

Quadro de uma campanha publicitária

Começámos a nossa visita no Centro de Visitas da Casa Ramos Pinto pela zona de armazenamento e engarrafamento dos vinhos e seguimos em direcção às Caves onde fomos descobrindo alguns dos segredos mais bem guardados da preservação e história dos famosos Vinhos do Porto Ramos Pinto.


Caves Ramos Pinto

Depois de visitarmos as caves e de termos feito uma prova de vinhos do porto, fomos visitar a Área Museológica, que se encontra instalada nos antigos escritórios e que se mantém intactos desde os anos trinta. Aqui encontrámos descrita a história da empresa, através doas vários artigos expostos, que vão desde os rótulos das garrafas, às medalhas ganhas, passando pelas diferentes campanhas de  publicidade, entre muitos outros.
Aqui vemos que a ideia de Adriano Ramos Pinto era impressionar os seus clientes com o magnífico palácio que ele construiu para ser a sede da sua empresa.


Área Museológica
E ainda hoje, a arte é parte fundamental da política da empresa, que continua a manter protocolos com a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, para serem criados novos e mais criativos designs.

Mosaico magnífico de uma das paredes da Casa Ramos Pinto
Mas não só das magníficas campanhas se fez a história e a qualidade dos Vinhos Ramos Pinto e Adriano depressa percebeu que a qualidade dos seus vinhos dependia em grande parte da qualidade das vinhas do Douro. Assim houve a necessidade de começar a adquirir várias quintas nesta região, a fim de conseguir controlar e manter a qualidade de todo o processo de produção. Quintas essas que tivemos o privilégio de visitar e que em breve publicarei os artigos.
Actualmene, e desde 1990, a Casa Ramos Pinto passou a integrar o Grupo Roederer e com isso passou a ter uma maior dimensão internacional.



Sem comentários:

Enviar um comentário